Jornalista da TV Globo é ameaçado de morte após fazer matéria sobre fuzilamento de família

Jornalista da TV Globo é ameaçado de morte após fazer matéria sobre fuzilamento de família

180 graus

O repórter Carlos de Lannoy, da Rede Globo tem sido atacado e até ameaçado de morte, após fazer uma reportagem sobre um fuzilamento contra um veículo de passeio por militares do Exército Brasileiro na noite desse domingo (07/04) no Rio de Janeiro.

Fantástico mostrou uma reportagem de um carro que teria sido fuzilado por engano pelo Exército Brasileiro. O veículo levou mais de 80 tiros e ocasionou a morte do músico Evaldo Rosas, que tinha 51 anos no momento da tragédia.

Um internauta, no entanto, acabou ameaçando o jornalista. Ele criticou o profissional e disse que tanto Carlos de Lannoy, quanto a família dele, iriam pagar pela forma como os assuntos tem sido mostrados.

“Se você escolher falar merda e defender bandido é escolha sua. Seu merda! Se for errado paga com a vida! Mexeu com o exército, assinou sua sentença! Sua família vai pagar! Aguarde as cartas”, escreveu o internauta, como pode ser visto na publicação abaixo, que traz um print de toda a situação lamentável da qual o repórter do ‘Fantástico’ foi vítima.

Postar um comentário

0 Comentários