ALEGRETE | Caso feminicidio: sobe para dois o número de mortos

ALEGRETE | Caso feminicidio: sobe para dois o número de mortos
Alexandre morreu na tarde desta quarta-feira (10); Marcelândia foi a primeira vítima, morrendo na noite do domingo (08).

Marcelândia não resistiu e morreu ainda na noite do crime, por volta das 22hs40min deixando 3 filhos. Apesar das informações preliminares indicarem que Alexandre não corria risco de vido, o mesmo faleceu no início da tarde de hoje (10) após duas paradas cardíacas as quais não resistiu.

O jovem Alexandre Sousa Neto, de 33 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (10), por volta das 13:30 enquanto estava internado em Picos após ser atingido por estilhaços de bala durante o feminicídio contra Francisca Marcelândia Silva no dia em que a mesma completava 31 anos.

Segundo testemunhas, o crime foi cometido por Francisco Jefferson de Sousa, companheiro de “Marcelândia da Nega”, como era conhecida, por volta 18:40 da última segunda-feira (08), na localidade de Geminiano, zona rural de Alegrete do Piauí.


Segundo informações de familiares de Alexandre repassadas a redação do Portal Piauí em Foco, o mesmo residia na localidade de Geminiano e estava de passagem quando Marcelândia acenou e o pediu para parar. A mulher solicitou uma quantia emprestada em dinheiro e Alexandre parou a moto em que andava para repassar o valor, cerca de R$ 10,00. Ainda segundo as informações repassadas pelo sobrinho da vítima, ao descer do veículo, que permaneceu ligado, o suspeito dos crimes, Francisco Jefferson, chegou e então efetuou um disparo com uma espingarda, conhecida popularmente como “bate bucha”, cuja fabricação da bala é caseira. 

Os estilhaços atingiram Marcelândia e também Alexandre, que ainda se deslocou até sua casa na motocicleta em que andava e de lá solicitou socorro, sendo transferido imediatamente para atendimento no Hospital Regional Justino Luz, em Picos, assim como companheira do autor do disparo.
ALEGRETE | Caso feminicidio: sobe para dois o número de mortos
Francisca Marcelândia (Foto: Reprodução)

Marcelândia não resistiu e morreu ainda na noite do crime, por volta das 22hs40min deixando 3 filhos. Apesar das informações preliminares indicarem que Alexandre não corria risco de vida, o mesmo faleceu no início da tarde de hoje (10) após duas paradas cardíacas as quais não resistiu.

Depois de efetuar o disparo, o suspeito fugiu do local do crime com destino ignorado, estando agora foragido e com um agravante a mais após a morte da segunda vítima. O GPM de Alegrete segue em diligencias para tentar localizar o acusado.

Alexandre deixa esposa e familiares inconsolados no município. O corpo dele será velado na casa da família, na localidade Baixão e o sepultamento será no Cemitério da localidade Tabuleiro, ambos na zona rural de Alegrete do Piauí.
O corpo de Marcelândia será enterrado na tarde de hoje (10).




Postar um comentário

0 Comentários