WhatsApp começa a reproduzir áudios em sequência automaticamente no Android

WhatsApp começa a reproduzir áudios em sequência automaticamente no Android

Recurso chegou para a versão beta do aplicativo após um período em fase experimental


Demorou, mas o WhatsApp para Android finalmente terá a função de reprodução de áudios em sequência automática. A função começou a ser liberada para os usuários da versão beta do aplicativo nesta sexta-feira, 29, após algum tempo da estreia do recurso no iOS, que aconteceu em outubro do ano passado.

A função já pode ser observada para quem está rodando a versão 2.19.86 ou superior do aplicativo do WhatsApp. O site WABetaInfo, que monitora as alterações e novidades no aplicativo, nota que o recurso já estava presente no app desde a versão 2.18.362, mas estava inativo e não podiam ser acessados pelo usuário comum. Agora ele está disponível para qualquer um rodando a versão de testes do WhatsApp e logo será liberado para todos.

Para usar o recurso de reprodução automática, o usuário não precisa fazer nada. Se o app perceber que há mais de um áudio enviado na sequência, ele tocará o próximo assim que o primeiro acabar. Também será emitido um som curto entre os áudios para indicar que há um intervalo entre uma mensagem e outra.
O aplicativo também começou a experimentar uma melhoria no recurso de picture-in-picture (PiP), a função que permite que vídeos sejam reproduzidos em uma janela flutuante. A novidade permitiria que vídeos enviados pelo app, incluindo de plataformas como o YouTube, Facebook e Instagram, poderão ser reproduzidos em uma janelinha mesmo se a janela de conversa for fechada.
Atualmente, o WhatsApp para Android até tem um recurso do tipo, mas ele é mais restrito. Quando você dá "play" em um vídeo, você até pode colocá-lo em uma janela flutuante, mas se você tentar sair da conversa, o material deixará de ser reproduzido. O mesmo acontece se você fechar o app e deixá-lo em segundo plano.

Por enquanto, a função ainda está em fase experimental e não pode ser acessada nem mesmo por quem tem a versão beta do WhatsApp.


fonte:olhardigital

Postar um comentário

0 Comentários