Em Oeiras, idosa morre após ataque de abelhas na zona rural

o enxame atacou a aposentada, que seguiu correndo tentando fugir, mas não conseguiu se livrar da investida dos insetos.
Em Oeiras, idosa morre após ataque de abelhas na zona rural
Reprodução Folha de Oeiras

Uma mulher identificada como Vitalina Figueiredo morreu de forma bastante inusitada na zona rural da cidade de Oeiras.
O fato incomum vitimou a aposentada de 62 anos residente na localidade Riacho Fundo que faleceu após ser atacada por um enxame de marimbondos.
Moradores da localidade relataram ao Portal que dona Vitalina estava preparando uma terra para plantio. O trabalho era realizado pela senhora em companhia de uma irmã e dois sobrinhos. Eles contam que em um certo momento, a senhora saiu em direção a sua residência quando parou próximo uma casa de cupins (cupinzeiro) e colocou folhas secas para atear fogo em um enxame de marimbondos que havia no local. Nesse instante, o enxame passou a atacar a aposentada que seguiu correndo tentando fugir, mas não conseguiu se livrar da investida dos insetos.
De acordo com informações passadas por vizinhos da idosa ao folhadeoeiras, dona Vitalina já teria caído praticamente sem vida de tão intenso que fora o ataque das vespas. Segundo os mesmos, ela foi socorrida por familiares e vizinhos que a levaram a Unidade de Pronto Atendimento de Oeiras (UPA), mas já teria chegado sem vida à casa de saúde.
A população da comunidade Riacho Fundo ficou completamente perplexa com o corrido. Por lá, acredita-se que a senhora pode ter desenvolvido algum tipo de reação alérgica generalizada à picada dos insetos o que a teria levado a óbito.
No dia do ocorrido, em 11 de janeiro, fazia apenas três dias que a aposentada havia chegado à cidade de Oeiras vindo de Fortaleza no estado do Ceará. Dona Vitalina era casada e deixa cinco filhos órfãos.

Folha de Oeiras

Postar um comentário

0 Comentários